ressaca moral de quinta-feira

A pequena romântica que fui — e, acredito, ainda sou, em algum lugar profundo do meu ser — se sente perdida e traída pela trajetória nada romântica da sociedade. Não há nada de bonito no que se vê por aí, de políticos a apolíticos ostentando um cinismo tão descarado que sabe não poder ser mudado/não poder mudar a nenhum custo. Fato que não há nada de bonito numa sociedade que condena o que é diferente, que oprime direitos de minorias e cultiva práticas e crenças arcaicas que só visam a preservar uma tradição patriarcal narcisista ao melhor estilo Tradição Família e Propriedade. É uma pena, pois não acredito mais no poder das passeatas. Não acredito mais nas manifestações por meio virtual, nem mesmo acredito na real indignação, minha ou dos que se dizem indignados. Indignar-se causa azia e dor de estômago, gosto ruim na garganta, taquicardia. Dá muito trabalho indignar-se — e pra quê? Não consigo acreditar no rumo que as coisas estão tomando e não consigo acreditar que elas vão parar! É profundamente triste perceber-me tão descrente e desiludida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s