revolução agora!

manifestacao 17-06-13

De arrepiar o que vem acontecendo no país nas últimas semanas! Como explicar a dimensão que tomaram, de um dia para o outro, as manifestações que vêm ocorrendo no Brasil? Coisa que começou pequena, alavancou-se de tal forma, e agora se alastra por diversas cidades, com público cada vez maior, e num estado de euforia!… Como um grito calado há muito tempo na garganta, que finalmente conseguiu sair!

Fiquei me perguntando o que poderia ter levado a esse movimento, a essa adesão maciça. O que fez com que fosse abraçado dessa forma, por boa parte da população? Há tempos tem havido protestos aqui e ali, mas isolados. Cada um com seu cada qual, protestando por seus interesses…  sem adesão das massas. Alguns eventos importantes, como a greve dos bombeiros e da PM, receberam a simpatia da população e até alguma mobilização, mas não conseguiram vencer a apatia geral que parecia instalada. E olha que foi uma greve polêmica, com invasão de quartel e depredação, com governador chamando bombeiro de vagabundo e tudo mais… mas o povo não aderiu. Manifestou apoio nas redes sociais, faixa vermelha amarrada no braço… e ficou por isso mesmo. Houve simpatia, mas não adesão. Da mesma forma ocorreu com a greve dos professores, que durou um tempão. Todos concordavam que eram reivindicações válidas, mas ninguém parecia disposto a vestir a camisa.

Desta vez, tudo aconteceu muito rápido e sem aviso! Acho que nem os primeiros manifestantes devem ter previsto que a coisa iria crescer dessa forma abrupta e desordenada. Será que alguém sabe como isso se deu? Foi uma articulação muito bem planejada, orquestrada? Sinceramente, acho que não. Acho que foi totalmente espontâneo e anárquico! Simplesmente aconteceu! Como um pequeno barril de pólvora, que estava pronto para explodir – faltava alguém acender o pavio.

Então veio: manifestação contra o aumento das tarifas de transporte público. Vinte centavos. E, de repente: BUM!!! A massa nas ruas, mobilizada, atuante! Feliz por exercer seu pleno direito de cidadania e reivindicação! Lindo de ver!!!

Claro que não foi pelos vinte centavos (desculpe, Jabor, só você não entendeu). Esse foi o estopim. O pretexto que levou a tudo. Aumento de R$0,20 nas tarifas de transporte público, e lá vão 100 mil pessoas só no Rio! Levantam-se de seus sofás, apagam seus televisores (que geralmente usam para ficar amortecidos) e saem às ruas para reclamar suas mazelas de muitas décadas. E olha que são muitas!

Por quê agora? A saúde está como está há décadas, a educação idem. A corrupção também, diga-se de passagem. Os mensaleiros já foram denunciados, julgados e condenados. A maioria não foi presa, e alguns entraram na Comissão de Justiça da Câmara… Será que foi por isso? Some a tudo isso Feliciano, Renan, PEC 37, Cura Gay, Estatuto do Nascituro… É, a coisa já estava para explodir mesmo… São motivos demais!!

Meu sentimento é o seguinte: o povo não aguenta mais esses abusos. Sério, EU não aguento mais esses abusos! Cara, que desespero. Não é motivo DEMAIS pra não ficar no sofá?

Há muito tempo vinha ouvindo as pessoas desabafarem “Não aguento mais”, “Vou sair do Rio” etc. O custo de vida está absurdo. Não é só aqui. Pagamos milhares de reais em impostos, e o que ganhamos em retorno? Pagar escola particular, plano de saúde e, muitas vezes, mesmo com plano de saúde, médico particular. Isso presumindo que tenhamos a SORTE de poder pagar. Porque senão, é SUS mesmo. Do jeito que o SUS está. E escolas públicas. Tudo sucateado. A insatisfação vai crescendo…

No entanto, ainda havia uma parcela enorme da população desacreditada da política. E, nessa parcela, me incluo. Cansados, desgostosos, desgastados, descrentes… Havia um sentimento de descontentamento generalizado, mas também de impotência. Sim, o que fazer? Porque o que aprendemos, o que nos ensinaram nas últimas décadas, é que povo não tem poder, que não decidimos nada, não temos voz, somos mesmo invisíveis… Parece que não vale a pena se chatear, sair do seu mundinho pra reivindicar algo que não será ouvido.

Mas então, temos também a corrupção e a impunidade… Olha, não acredito mesmo que hoje haja MAIS corrupção do que antes. Podem falar o que quiserem, mas não compro a ideia de que o PT detenha o monopólio da corrupção. Ela já estava instalada na máquina pública muito antes dele tomar o poder. Quiçá desde D. Pedro II. A diferença é que hoje a gente fica sabendo mais sobre os desfalques, propinas e desvios de verbas. Essas informações chegam a nós, há mais denúncias. Por quê? Ora, porque a mídia quer assim. Porque é interessante para eles. Globo, Estadão, Folha de S. Paulo, Veja… não se façam de bonzinhos! Imparcialidade jornalística uma ova! As denúncias acontecem não porque esses veículos estejam em defesa da sociedade contra a corrupção, disso estou segura. É porque o jogo de interesses os coloca, neste momento (tudo pode mudar…), contra o governo. Os acordos firmados pelo governo com esses meios não deve estar sendo satisfatório para eles… Então, dá-lhe denúncia.

O que eu acho que mudou com as denúncias é a sensação de que hoje tudo está sendo feito às nossas fuças. Se antes a roubalheira era velada, hoje é escancarada. E nada acontece. Como eu disse, alguns foram julgados, condenados, e… pizza! A sensação de impunidade, de exploração, a revolta com os salários astronômicos dos políticos e as altas taxas de impostos que pagamos sem retorno… Grãozinho por grãozinho se empilhando… até que vêm os vinte centavos. E, pior do que eles: a truculência da polícia.

Será que as manifestações teriam chegado onde chegaram, não fosse a brutalidade vista na manifestação do dia 13, em São Paulo? O Movimento Passe Livre convocou as pessoas para protestar contra o aumento das passagens, veio a PM e… nunca havia visto nada igual. Eu não vivi a ditadura. Assustei feio com as imagens. Com a sensação de revolta. Com a acuação que os manifestantes sofreram. Vândalos? São eles! Os policiais. O Estado. Os políticos ladrões e indiferentes aos interesses do povo que deveriam representar. Cabral, Paes, Alckmin, Haddad, Renan, Feliciano, Sarney…

Revolta geral. Eu antes só acompanhava por alto os movimentos que vinham acontecendo, semi-interessada… Passeata pelo afastamento do Feliciano da Comissão de Direitos Humanos. Pela renúncia do Renan. Contra a PEC 37. Concordava com todos, mas não me motivava a ir às ruas. Até que… peraí! Vandalizar as pessoas desse modo? Por exercerem seu direito de cidadania? Foi a gota d’água.

Não acho nem que foram os vinte centavos; a gota d’água de tudo que está acontecendo foi a repressão da polícia, a violência sofrida e a arrogância e despeito dos governantes em relação aos manifestantes e às suas reivindicações. Deu. Pra mim, chega. Tá na hora de sair da sala, do facebook, ir pra rua, manifestar apoio àquela gente que estava ali, lutando por um país melhor. Mesmo que eu não acreditasse muito. Mesmo que parecesse inútil. Que não tivesse resultado. Era questão de honra ir lá marcar posição, apoiar. Por manifestar.

Fomos. (Não eu, que tenho um bebê em casa e não consegui articular alguém pra cuidar dele.) Nós, o povo. Atendemos ao chamado. Chega de engolir sapo e ficar entalado. Melhor vomitar os sapos todos. Ir lá e gritar, nem que seja só pra desentalar o grito. Podem falar o que quiserem, que o movimento é apartidário ou que é manipulado por partidos e interesses escusos… Pra mim, o que causou esse bum de pessoas clamando por seus direitos foi a revolta contra a violência – essa sensação de pra mim, chega. Foi demais. Passou da conta.

Dia 17 passou rápido e com fervor! Sensação de efervescência, de euforia! Quero ir pra rua, quero ir pra ruaaa!!! Não fui… Dei todo apoio possível virtualmente, acompanhei cada segundo, cada notícia, cada compartilhamento, compartilhei também… Me emocionei com a marcha – LINDA! Cem mil pessoas, disse O Globo. Pelo menos 300 mil, então, com certeza. Lindo de ver, lindo de ouvir. Lindo de se emocionar.

De repente, aquele sentimento há muito esquecido, brotando no peito… Opa! O que é isso mesmo? É bom, como é bom! Eu tinha esquecido…

Qual o nome disso mesmo?

ESPERANÇA!!

AMANHÃ VAI SER MAIOR!!!!

protestos-tarifa-transporte-rio-de-janeiro-20130617-04-size-598

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s